Produtos > cadvilla professional

cadvilla professional ...

Versão completa124,95 €* (era € 249,00 - até 01.10.2017)DVD de backup opcional para download
mais 9,95 EURO (incl. despesas de frete)
Faça o download agora >>*)  Preços incl. IVA - Download de aprox. 1,5 GB

As atualizações dessa versão estão disponíveis aqui

… o software de planejamento e design para profissionais!

cadvilla professionalClaro e de fácil uso, o "cadvilla professional" combina todas as opções de usuário com o mais alto padrão.

Vistas e cortes são gerados sob demanda e podem ser incluídos automaticamente em uma planta geral. A função avançada do plano arquitetônico impede qualquer tipo de discrepância entre projeto e planta, pois todos os detalhes das vistas estão baseados no projeto.

Qualquer objeto de design ou fonte de luz, disponível em formato 3DS ou ACO, pode ser importado, incorporado e modificado, ou até mesmo criado de acordo com seu gosto e necessidade.

O controle de dimensões e áreas na análise espacial, sob consideração das normas vigentes, determina automaticamente o cálculo da área útil do seu projeto de construção, exibindo-o em formato 3D colorido e de maneira clara ao lado do formato de lista.

As plantas em formato 2D DXF/DWG podem ser inseridas e processadas como dados 3D e, inclusive, há um módulo de importação de projetos integrado do "ArCon open".

Estas propriedades são indispensáveis ao projeto arquitetônico, ao alvará de construção e também às apresentações detalhadas e compreensíveis à clientela.

ArCon planTEK - Importação de projetos baseados no ArCon planTEK e ArCon open (*.ACP),
Importação de projetos ArCon até ArCon +6.21 e importação de objetos ArCon (*.ACO)

Ao fazer o pedido: O download consiste em um único arquivo de instalação, que naturalmente pode ser usado posteriormente na instalação OFFLINE do cadvilla. Opcionalmente também pode ser encomendado um DVD de backup para download.

Compatível com Windows 7 / 8 / 10

Uma análise comparativa detalhada das diferentes versões está disponível no menu, em Produtos / Comparação das versões.
O produto cadvilla Tutorial é mais uma parte do cadvilla Professional.

  • Destaques da versão
  • Imagens de exemplo

Destaques do cadvilla professional em detalhes

(Todas as funções e recursos descritos a seguir estão inclusos no software cadvilla professional)
Veja mais destaques nas guias acima "Mais funções - Parte 1"-"Parte 3" e Imagens de exemplo

  • Compatibilidade e opções de idioma

    Todos os dados gerados no cadvilla basic, cadvilla basic plus, cadvilla professional e cadvilla professional plus são compatíveis entre si.

    Além disso, é possível configurar o idioma do usuário no software de arquitetura cadvilla através de um simples comando de ajuste no menu. Dessa forma é muito rápido alternar entre os diferentes idiomas. Atualmente estão integrados os idiomas Alemão, Inglês, Francês, Espanhol, Italiano, Holandês, Russo, Polonês, Eslovaco e Húngaro.

  • Projeto arquitetônico

    Projeto arquitetônicoO projeto arquitetônico serve para organizar, criar e exportar/imprimir plantas e desenhos.

    Ele trabalha diretamente com os atuais dados do projeto e detalhes de construção e sem estar desconectado do modelo da construção.

    Qualquer modificação feita na construção é atualizada automaticamente no projeto arquitetônico porque todos os dados estão baseados no modelo do projeto. Isso elimina qualquer possibilidade de divergências entre modelo e plano.

    Procedimento para criar um plano geral em apenas três passos:

    - Crie uma ou mais vistas 2D do plano em seu projeto
    (p. ex. vista de planta 2D, vistas do norte, leste, oeste e sul, corte). Ao criar as vistas você pode adaptar os conteúdos exibidos através das opções de visibilidade de categorias. Dessa forma você aproveita todas as funções disponíveis para vistas 2D.

    - No segundo passo você posiciona livremente em seu projeto arquitetônico as vistas 2D disponíveis no plano

    - E o terceiro passo consiste em você complementar o projeto arquitetônico com elementos de sua própria criação, como símbolos 2D, elementos gráficos 2D e imagens. As imagens podem ser tanto fotos como resultados de visualização capturados de vistas 3D do seu projeto.

    Assim fica muito rápido e fácil criar um projeto arquitetônico!

  • Construções 3D para criação de novos objetos

    Construções 3D para criação de novos objetosCom as construções 3D, não somente se amplia as possibilidades de construção com o uso de componentes predefinidos, mas também se oferece a opção de criar seus próprios objetos 3D, ampliando-se cada vez mais o catálogo de objetos.

    Os objetos são formados através da combinação de corpos 3D, chamados de sólidos, que podem ser gerados de quatro maneiras diferentes.

    - Sólidos primitivos (básicos): cubo, cone, cilindro, esfera, toro, cunha, pirâmide
    - Sólidos de extrusão: são gerados a partir de um contorno 2D fechado que, ademais, é atribuído com uma altura
    - Sólidos de rotação: são gerados a partir de um contorno 2D fechado que gira em torno de um eixo especificado
    - Sólidos de varredura: são gerados a partir de um contorno 2D fechado que é varrido ao longo de uma trajetória

    Os sólidos 3D gerados dessa maneira permitem ser editados com outras funções, como agrupamento, fusão (junção) e também com operações booleanas para, enfim, formarem os novos objetos 3D.

    Exemplos de aplicação das construções 3D para criar objetos são: abrigos para automóveis, coberturas de terraços, sacados, gelosias, arcos para rosas, vasos para flores, e muitos outros mais.

  • Uso de sólidos de subtração

    Uso de sólidos de subtraçãoComo o próprio nome já denota, os sólidos de subtração servem para ser subtraídos de outros sólidos 3D através de operações booleanas (algoritmos de intersecção).

    Para isso existem em primeiro lugar os sólidos de subtração predefinidos 'cubo' e 'plano', mas também existe a possibilidade de se usar outros sólidos de subtração. Qualquer outro sólido de subtração é um resultado de construções 3D existentes convertidas em sólidos de subtração.

    Os sólidos de subtração não são destinados para processos de modelagem. Para esta finalidade existem outros mecanismos como as operações booleanas.

    Exemplo de aplicação do sólido de subtração "Cubo" em uma construção:
    No exemplo mostrado o cubo foi subtraído de todas as camadas da construção. Na vista esquerda ele ainda é visível, enquanto que na vista direita ele se encontra ocultado pelo diálogo de visibilidade. A exibição em corte, todavia, não tem nenhuma influência sobre a exibição 2D da planta baixa.

    Exemplo de aplicação do sólido de subtração "Plano" em uma construção:
    No exemplo mostrado todos os elementos construtivos antes do plano foram subtraídos de todas as camadas da construção. A direção de entrada do sólido de subtração é definida através do menu de contexto.

    Exemplo de aplicação de sólidos de subtração definidos livremente:
    Neste exemplo o sólido de subtração deve equiparar-se à parte escavada do terreno. Além da exibição 3D, o resultado também é exibido em vistas, cortes e vistas de planta. Outros exemplos de aplicação dos sólidos de subtração são, por exemplo, rampas de acesso, terraços de telhado e muito mais.

    O escopo de aplicações de um sólido de subtração também pode ser refinado no diálogo de propriedades. Aqui pode-se definir em quais tipos de componente e em quais camadas que o sólido surtirá efeito.

  • Criar suas próprias fontes de luz para qualquer objeto

    Esta função é especialmente útil para projetar fontes de luz sobre objetos existentes e objetos novos.

    Se distingue entre:

    - adicionar fonte de luz ambiente
    - adicionar fontes de luz direcionais
    - adicionar spots
    - adicionar luz pontual

    As fontes de luz ambiente iluminam todas as superfícies do cenário de modo uniforme e consequentemente aumentam a claridade. No entanto, elas não produzem nenhuma sombra.

    As fontes de luz direcionais iluminam o cenário a partir de uma única direção e se encontram 'internamente' a uma distância infinita da posição do observador ou da construção. O sol é um exemplo de fonte de luz direcional.

    As luzes pontuais têm uma posição definida em relação ao objeto e mais se aproximam das lâmpadas usadas na decoração de interiores. A luz propaga em todas as direções em torno da fonte de luz.

    Os spots, como no caso das luzes pontuais, têm uma posição definida em relação ao objeto e também se assemelham às lâmpadas residenciais. No entanto, eles não propagam a luz em todas as direções como ocorre nas luzes pontuais, mas sim propagam a luz em uma única direção, na forma de um cone, com uma inclinação e um ângulo de abertura.

  • Navegação na vista 3D

    Ative o modo Navegar e explore uma vista 3D.
    Neste modo, direção e inclinação são controlados através de movimentos com o mouse. O botão de rolagem é usado para ajustar a altura da posição de visualização.

    Por padrão, os movimentos para frente e os movimentos laterais são feitos com as teclas de seta. Outras combinações de teclas podem ser configuradas no diálogo do modo Navegar da mesma forma como os demais parâmetros.

    Ao pressionar a tecla SHIFT durante um movimento, o mesmo será acelerado por um fator configurável.

  • Cálculo de áreas em listas

    O cálculo das quantidades (cubagem) oferece a opção de emitir um relatório dimensional para o cálculo
    da área residencial conforme a regulamentação de áreas úteis (WoFlV na Alemanha) e a determinação dos conteúdos cúbicos (cubatura) conforme DIN 277.

    As listas podem ser geradas nos seguintes formatos:

    - HTML
    - XLS (planilhas de Excel da Microsoft)
    - RTF (Rich Text Format)
    - PDF (Portable Document Format) - este último é o formato padrão para documentos e pode ser
    visualizado em programas grátis como o Acrobat Reader.

  • Criando versões a partir de subobjetos

    Os objetos 3D podem consistir de vários subobjetos, que por sua vez formam uma unidade. Uma unidade de cozinha, por exemplo, poderia consistir de um bloco, uma gaveta com seu respectivo puxador.

    Desativando-se o puxador e deixando-se a gaveta invisível pode-se criar e armazenar um novo objeto. Além disso, o puxador existente poderia ser desativado e substituído por um de outro tipo.

    Dessa maneira tornam-se infindáveis as possibilidades de se criar novos objetos.

  • Projetos ArCon [planTEK] - Importação

    Com esta função pode-se importar projetos existentes (*.acp) baseados no ArCon [planTEK] ou no ArCon open e depois editá-los no cadvilla. E mais, podem ser importados projetos ArCon até a versão 6.30.

    Numa situação ideal, o projeto completo com paredes, tetos, janelas, portas e telhados é incorporado em 3D, podendo ser editado depois no cadvilla com alterações e complementações.

  • Objetos ArCon [planTEK] - Importação

    Caso você tenha um acervo adicional em CDs, com objetos para ArCon (extensão de arquivo *.aco), esses podem ser convertidos e incorporados no catálogo de objetos do cadvilla.

  • Importação de formatos 2D-DXF e DWG

    Importação de formatos 2D-DXF e DWGCarregado o arquivo, recebe-se primeiramente um diálogo de pré-visualização onde é possível selecionar os conteúdos a importar ativando-se ou desativando-se os respectivos layers na janela de layers.

    Após ou mesmo durante a importação é possível adequar a escala e a exibição das linhas. O arquivo DXF/DWG é importado primeiro como um elemento, um símbolo 2D.

    A importação DXF/DWG pode, por exemplo, ser usada para incorporar desenhos arquitetônicos ou para importar catálogos de símbolos 2D.

    Ao inserir novos símbolos, se necessário, estes podem ser desmembrados e editados como elementos individuais que, em seguida, são armazenados com a ajuda de funções padronizadas em um catálogo 2D.

    Ao inserir plantas baixas, os layers importados, depois de serem carregados no cadvilla, podem ser usados como linhas auxiliares para, por exemplo, construir paredes sobre os mesmos.

  • Ray tracing – Renderização de luzes e sombras

    O 'ray tracing' (renderização de luzes e sombras) de vistas 3D é um dos mais importantes recursos do cadvilla. Na renderização de luzes e sombras são considerados no cenário todos os elementos e objetos visíveis com suas respectivas configurações.

    Têm grande influência sobre a qualidade da representação as opções de configuração como filtro anti-aliasing (suavização de bordas), sombras suaves e sombras ambiente, que têm sua intensidade definida antes de se iniciar o ray tracing.

  • Cortes e vistas 2D

    Cortes e vistas 2DA figura mostra uma vista 2D e um corte na metade superior da tela. Vários cortes e vistas com diferentes conteúdos podem ser exibidos editados ao mesmo tempo.

    Os cortes são criados com o mouse, onde se define primeiro a linha de corte e logo depois a direção e a profundidade da vista em corte através de um retângulo. O novo corte é processado e imediatamente exibido. Uma vista é, portanto, um corte que se estende por toda a planta. Opcionalmente, pode-se gerar um corte com linhas ocultas.

    De acordo com o conceito do software, cada modificação realizada em uma das vistas ou cortes é atualizada simultaneamente nas demais janelas exibidas.

    Os cortes e as vistas 2D são da maior importância, não somente por sua exibição, mas também para a entrada de rasgos de parede, aberturas detalhadas de parede, etc.

  • Vista gráfica 2D

    Vista gráfica 2DUma vista gráfica 2D é gerada a partir de uma vista 2D com os elementos contidos nesta última. Nesta vista, entretanto, não estão mais contidos componentes, pois todo o conteúdo é convertido em elementos gráficos 2D, como linhas, polígonos, etc. usados antes para formar esse conteúdo. Estes elementos 2D não têm mais nenhum vínculo com o atual projeto.

    A vantagem de uma vista gráfica 2D consiste na possibilidade de editar ou até deletar cada elemento 2D separadamente. Dessa forma você pode editar de forma detalhada determinadas partes do seu desenho e depois salvar o resultado para um uso posterior, ou também deletar elementos desnecessários antes de imprimir o projeto.

    Além disso, à vista gráfica 2D podem ser adicionadas linhas, círculos, elipses, cotas, textos e outras imagens (como mostra nosso exemplo).

  • Perspectivas paralelas

    Perspectivas paralelasA forma mais fácil de gerar uma perspectiva paralela a partir de uma vista 3D ativa é posicionar esta vista adequadamente e depois abrir uma nova vista em perspectiva paralela.

    Estas vistas seguem representando o modelo de construção e comportam-se de maneira similar aos cortes. Aqui também se pode trabalhar com opções de visibilidade e, se necessário, controlar a exibição ativando-se as linhas ocultas (Hidden Line).

    A figura ao lado mostra uma perspectiva na parte superior esquerda que foi gerada a partir da vista 3D que vemos logo abaixo, e à sua direita outra perspectiva gerada com a ocultação de linhas.

  • Exportação de formatos 3D, como 3DS, 3D-DXF ...

    Exportação de formatos 3D, como 3DS, 3D-DXF ...Através das visibilidades / categorias visíveis da vista 3D prevista para a exportação, você pode exportar o plano inteiro ou apenas algumas partes deste como objeto 3D. Isto lhe permite arquivar apenas resultados individuais, por exemplo, um telhado ou uma escada, que podem ser aproveitados em outros programas, mas também para ampliar seus próprios catálogos através da função de exportação como objeto 3D.

    Depois de definir o nome do arquivo deste objeto, fora as possíveis configurações de visibilidade, ainda está disponível uma série de opções que têm influência sobre o comportamento posterior dos objetos.

  • Opções de entrada e meios auxiliares de construção

    Opções de entrada e meios auxiliares de construçãoEste programa oferece o total suporte à criação de plantas de qualquer complexidade. Para a criação dos elementos estão disponíveis grades, linhas auxiliares e entradas numéricas.

    Além disso, há um menu de contexto que disponibiliza os meios auxiliares de construção para coleta dos dados. Estes meios auxiliares de construção são muito úteis no desenho através de centros, intersecções, pontos na distância de, perpendiculares, ponto em prolongamento paralelo, ponto em prolongamento e entrada de coordenadas.

    Os meios auxiliares de construção estão disponíveis para qualquer entrada, como paredes, janelas, portas, etc. e permitem uma construção muito rápida da planta.


  • Linhas auxiliares - 2D

    Linhas auxiliares - 2DDiversos tipos de linhas auxiliares e várias opções de entrada estão disponíveis para as vistas 2D, como a de planta, as laterais e as de corte.

    Há uma diferença entre linhas retas auxiliares e segmentos de reta auxiliares. As linhas retas são 'infinitas' e os segmentos de reta sempre têm um ponto inicial e um ponto final, facilmente percebido através das opções de entrada.

    Todos os tipos de linha auxiliar podem ocultados em qualquer vista através das opções de visibilidade na categoria dos elementos auxiliares.

    As propriedades de cor e estilo das linhas são configuráveis para todos os tipos de linha auxiliar. Estas propriedades podem ser alteradas através do diálogo Propriedades, acessado pelo menu de contexto do botão direito do mouse, tanto depois como durante a criação das linhas auxiliares. A grande vantagem aqui é que todas as linhas auxiliares criadas neste passo de trabalho assumem imediatamente as propriedades certas, dispensando eventuais correções posteriores.

  • Entradas em vistas de planta 2D e vistas 3D

    Entradas em vistas de planta 2D e vistas 3DO software sempre trabalha baseado em um modelo 3D, onde podem ser definidas diversas vistas.

    A figura aqui apresentada mostra uma vista 3D em perspectiva e uma vista de planta 2D. Outras janelas podem ser exibidas ao mesmo tempo, apresentando outros conteúdos.

    Uma vez que todas as vistas são iguais internamente, todas as ações do usuário, como a seleção, posicionamento e deslocamento de objetos, entre outros, podem ser realizadas igualmente em todas as vistas, se necessário. A atualização das vistas é simultânea, de modo que o usuário pode acompanhar o resultado das alterações tanto em 2D como em 3D.

    As janelas de exibição (viewports) são apresentadas em disposição vertical ou horizontal (veja o exemplo), sobrepostas, ou ainda, ordenadas em abas.

  • Escadas - reta, caracol, com patamares

    Escadas - reta, caracol, com patamaresDepois de especificar a escada, o programa calcula automaticamente as larguras e alturas, e baseado nas dimensões dos degraus, uma relação coerente entre altura (espelho) e profundidade do piso. Estes valores podem ser complementados no diálogo de entrada subsequente.

    Todas as escadas podem ser construídas em alvenaria ou de madeira. Dependendo do tipo de construção são disponibilizados diferentes campos de entrada. Em todas as escadas o corrimão e o guarda-corpo podem ser modificados à direita e esquerda. As modificações não se referem apenas às dimensões de elementos como corrimão, colunas, balaústres e trilhos inferiores, mas oferecem uma variedade de contornos predefinidos destes componentes.

    Ao especificar escadas com patamares os patamares individuais são gerados automaticamente em cada ponto de virada. Uma distância mínima entre os patamares define em que ponto o software gera os degraus entre dois patamares.

    Para representar as escadas em uma vista de planta (2D) você pode escolher entre a visualização padrão, parte inferior visível e parte superior opcionalmente visível ou representação de escadas com linhas de separação.

  • Janelas

    JanelasO software dispõe de uma ampla coleção com os mais variados estilos de janela. Estes estilos incluem janelas com um ou dois batentes, combinadas com ou sem pinázios, até janelas com materiais predefinidos e janelas predefinidas.

    Ao passar o mouse sobre a planta baixa, na área próxima às paredes, aparece uma visualização prévia da janela selecionada cuja entrada deverá ser confirmada inclusive seu sentido de abertura. A entrada pode ser feita em vistas 2D ou 3D.

    O posicionamento da janela é realizado através de linhas auxiliares ou dos meios auxiliares de construção.

    Estes meios auxiliares de construção são muito úteis no desenho através de centros, intersecções, pontos na distância de, perpendiculares, ponto em prolongamento paralelo, ponto em prolongamento e entrada de coordenadas.

    No diálogo de propriedades da respectiva janela – além da largura, altura e altura de parapeito – é possível ajustar diferentes modos de visualização para a vista de planta, abertura, parapeito, cortes e outras vistas.

    Estes ajustes também podem ser definidos como padrão para outros projetos.

  • Objetos, texturas e materiais

    Um recurso padrão do cadvilla são os amplos catálogos de objetos, texturas e materiais integrados.

    - mais de 1400 objetos de alta qualidade
    - mais de 5000 texturas de alta qualidade
    - mais de 1000 materiais de alta qualidade

    Além disso, estes catálogos podem ser ampliados com coleções extras de diversos fabricantes.

  • Editor de superfícies

    Editor de superfíciesO editor de superfícies é uma ferramenta para criação de superfícies 3D em qualquer plano.

    Quando um plano ou superfície qualquer (p. ex. parede, telhado, superfície de uma peça de imobiliário) estiver selecionado, uma superfície paralela a esta superfície pode ser criada em forma de um polígono, um retângulo ou um plano paralelo.

    Depois de criada a superfície, uma caixa de diálogo é aberta para definição da espessura e também da distância da nova superfície em relação à superfície selecionada.

    Sempre que uma superfície é especificada, as aberturas nela contidas, como janelas, portas ou nichos de parede, são detectadas primeiro e indicadas no diálogo.

    Exemplos de aplicação do editor de superfícies:
    - Criação de revestimentos para fachadas
    - Azulejos de parede para banheiros e cozinhas
    - Molduras e janelas
    - Terraços e outras superfícies para design externo
    - Balcões de cozinha
    - Elementos extras no telhado
    - e muito mais

  • Portas

    PortasO software dispõe de uma ampla coleção dos mais variados estilos de porta. Estes podem abranger tanto portas comuns como portas de vidro e também portões.

    Ao passar o mouse sobre a planta baixa, na área próxima às paredes, aparece uma visualização prévia da porta selecionada cuja entrada deverá ser confirmada. A entrada pode ser feita em vistas 2D ou 3D.

    O posicionamento da porta é realizado através de linhas auxiliares ou dos meios auxiliares de construção.

    Estes meios auxiliares de construção são muito úteis no desenho através de centros, intersecções, pontos na distância de, perpendiculares, ponto em prolongamento paralelo, ponto em prolongamento e entrada de coordenadas.

    No diálogo de propriedades da respectiva porta ou portão – além da largura, altura, sentido de abertura e altura de parapeito – é possível ajustar diferentes modos de visualização para a vista de planta, abertura, cortes e outras vistas.

    Estes ajustes também podem ser definidos como padrão para outros projetos.

  • Construção do telhado

    Construção do telhadoO programa permite tanto a construção automática como a construção livre de telhados de quatro águas, telhados de mansarda, telhados de mansarda prolongada, telhados de duas águas com empena, telhados no estilo germânico, telhados germânicos com abertura, telhados de duas águas (cangalha, americano, etc.), telhados de uma água, assim como combinações de todas estas formas de telhado.

    Além disso, a cobertura do telhado, o madeiramento, os caibros e detalhes do beiral de empena e do beiral de telhado são construídos automaticamente com a definição do telhado.

    O programa gera automaticamente uma sugestão de construção para a armação do telhado inclusive a cobertura de telhado, madeiramento, caibros e detalhes do beiral de empena e do beiral de telhado.

    O respectivo editor de telhados oferece o suporte e simplifica a definição de novas e complexas formas de telhado.

    Para cada lado do telhado pode ser definido um tipo de perfil diferente, como um telhado de duas águas, um telhado de uma água ou um telhado no estilo germânico. Dependendo da seleção, serão solicitados os parâmetros necessários e imediatamente explanados por croquis tridimensionais (exibição 3D).

    A definição da parede de sótão (terça inferior) para cada lado do telhado é mais um recurso de destaque na especificação do telhado.

    No caso das pontas de terça aparente existem várias formas disponíveis para seleção, que são definidas através dos detalhes do beiral de empena.

  • Mansardas

    MansardasA função 'Mansarda' oferece a opção de inserir mansardas de diferentes tipos em telhados existentes.

    Os possíveis tipos de mansarda são: mansarda de duas águas, mansarda plana, mansarda de quatro águas, mansarda triangular, mansarda trapezoidal, mansarda arqueada e mansarda tipo sobrancelha.

    As mansardas são integradas inteiras no telhado, com suas paredes e bordas.

    Ao definir a mansarda, tanto as paredes como o telhado da mansarda são gerados automaticamente. Dessa forma qualquer modificação realizada no madeiramento do telhado será considerada automaticamente. Os caibros do telhado na área de inserção da mansarda são removidos. Em seu lugar são construídos automaticamente os caibros destinados à mansarda.

    Naturalmente que a mansarda pode ser modificada e complementada posteriormente através de diversos parâmetros de configuração.

  • Módulos e coletores solares

    Módulos e coletores solaresOs elementos e coletores solares podem ser posicionados sobre o telhado por meio das funções normais de entrada.

    Neste caso os elementos se comportam de modo similar às janelas de sótão. Além disso, no diálogo eles são oferecidos com a opção de instalação sobre o telhado ou integrado no telhado.

    No caso da instalação integrada no telhado os elementos solares geram aberturas na cobertura do telhado, mas não no forro do telhado.

    No caso da instalação sobre o telhado não são geradas aberturas na cobertura do telhado.

    Os elementos solares comportam-se como objetos 3D normais quando são posicionados com a função Arrastar e Soltar desde o catálogo.




  • Claraboias e lucarnas

    Claraboias e lucarnasA área 'Janela de sótão' oferece uma ampla seleção das mais diferentes variantes de janelas de sótão (veja uma parte delas na figura ao lado). Naturalmente que as janelas de sótão do fabricante velux ® também estão inclusas.

    O posicionamento das janelas de sótão pode ser feito tanto em 2D como em 3D. Neste processo a janela gira automaticamente em direção ao telhado quando se muda de vertente de telhado. Nas vistas 3D as vertentes de telhado, nas quais há uma janela (claraboia, lucarna), serão exibidas de forma transparente, permitindo a visualização dos ambientes e estruturas de madeira que se encontram logo abaixo.

    Ao inserir as janelas de sótão, as respectivas substituições no madeiramento são geradas automaticamente. As dimensões das madeiras para estas substituições são idênticas com as dimensões dos caibros, configuradas no diálogo 'Telhado'.

    As janelas de sótão são posicionadas livremente com o mouse em uma posição qualquer da superfície do telhado. Em seguida, no diálogo de propriedades é ajustada a posição exata da janela de sótão determinada com base na altura de parapeito ou na altura de passagem.

  • Vigas de amarração e vigas de sustentação

    As vigas de amarração e vigas de sustentação comportam-se como paredes no momento da entrada dos dados, isto é, elas se combinam na entrada, que pode ser feita de forma poligonal ou individual sobre dois pontos.
    As vigas de amarração se posicionam automaticamente abaixo da laje do teto e as vigas de sustentação sobre a estrutura da laje, sendo que elas também alteram o piso do ambiente.

    Além da largura e da altura, também pode-se definir o tipo de linha para a visualização, o material das superfícies superiores, inferiores e externas e a estrutura em camadas.

  • Suportes

    Os suportes estão disponíveis nas formas redondas ou retangulares. As duas versões são posicionadas livremente com um clique de mouse. Através do diálogo 'Propriedades' são configuradas as dimensões, a exibição das bordas e o material de construção com suas características. De forma padronizada, os suportes adotam a altura do piso e o nível do layer (camada) em que foram inseridos. A altura, entretanto, também pode ser especificada manualmente.

  • Chaminés

    As chaminés começam no piso em que foram inseridas e se estendem por todos os andares dispostos acima e o telhado.

    As opções para modificar posteriormente a altura definem uma altura absoluta partindo-se do piso em que se encontra a chaminé ou uma altura relativa sobre a cumeeira mais alta do telhado encontrada na atual construção. Também é possível trabalhar com uma altura fixa.

    Na área 'Estrutura' pode-se configurar a quantidade e a dimensão dos respiradouros e opcionalmente uma ventilação.

    A representação 2D da chaminé em vistas de planta (2D) depende basicamente da forma de seu modelo 3D. Outras representações podem ser atribuídas através de símbolos 2D a partir do catálogo. A escala de exibição do arquivo simbolizado é adaptada automaticamente de acordo com as dimensões da chaminé.

  • Construções 3D usando sólidos de extrusão

    Construções 3D usando sólidos de extrusãoOs sólidos de extrusão são gerados a partir de um contorno 2D fechado que, ademais, é atribuído com uma altura.

    Há duas opções para se definir um contorno 2D.
    - Entrada manual através de um polígono fechado
    - Aproveitamento de um contorno existente (p. ex. de um objeto 3D ou de um objeto disponível na biblioteca de símbolos 2D)

    Na entrada manual a definição do contorno 2D pode ser feita na vista de planta, na vista lateral ou de corte e na vista 3D.

    Os sólidos de extrusão são sólidos autênticos com os quais também executamos operações booleanas para agrupá-los com outras construções em 3D.

  • Construções 3D usando sólidos de rotação

    Construções 3D usando sólidos de rotaçãoOs sólidos de rotação são gerados a partir de um contorno 2D fechado que gira em torno de um eixo definido. As superfícies são geradas ao longo do contorno para formar o sólido 3D.

    Da esquerda à direita, os exemplos da figura mostram o contorno 2D, o resultado após sua rotação em uma vista de corte e o sólido 3D resultante.

    A definição do eixo de rotação é efetuada através da especificação de dois pontos.

    Com a segmentação e o ângulo de rotação torna-se possível obter diversos objetos 3D a partir de um contorno 2D.

    Em outro exemplo que mostramos aqui, o vaso de plantas, vemos à esquerda seu contorno, no meio a rotação gerada com 24 segmentos e à direita outra rotação com apenas 4 segmentos.





  • Construções 3D usando sólidos de varredura

    Construções 3D usando sólidos de varreduraSólidos de varredura replicam (varrem) um contorno 2D ao longo de uma trajetória predefinida. O contorno 2D pode ser criado ou você aplica um dos mais de 120 contornos e perfis predefinidos.

    Para a entrada da trajetória existem três variantes disponíveis.

    - Linha contínua (polyline): A linha contínua forma um sólido de varredura "aberto" do começo ao fim, o qual pode ser aplicado, por exemplo, em rodapés de um ambiente porque devem ser considerados os lados esquerdo e direito de um batente de porta, ou seja, não pode ser uma forma fechada.

    - Polígono: O polígono forma um sólido fechado onde os pontos extremos se encontram e que pode ser usado, por exemplo, para um perfil de estuque que contorna o teto inteiro (na junção com a parede).

    - Contorno/trajetória: A função 'Contorno/Trajetória' gera um sólido que acompanha uma trajetória composta por elementos 2D. Para isso vários elementos 2D individuais devem ser agrupados antes até formar um contorno. Esta variante é muito útil, por exemplo, para acompanhar uma trajetória formada por linhas e arcos, tal como criar um duto de escoamento.

    Os campos de aplicação típicos para sólidos de varredura, como aqui mostrado em nosso exemplo, são dutos de escoamento, rodapés e perfis de estuque.

  • Aplicar uma escala exata e decalcar plantas baixas 2D

    Aplicar uma escala exata e decalcar plantas baixas 2DDepois de inseridas as plantas baixas em 2D podem ser colocadas na escala exata. Dessa maneira é possível inserir imagens de plantas baixas em 2D, para em seguida ser usada como 'cópia heliográfica' e criação do modelo 3D da construção.

    O processo para criar o modelo 3D é rápido e simples.
    - Importar a planta baixa em 2D:
    Importação da imagem a partir de um arquivo JPG, BMP, PNG ou GIF.

    - Colocar a imagem na escala:
    A imagem é colocada na escala correta para corrigir eventuais dimensões incorretas e uma proporção incorreta dos lados durante o processo de importação.
    Isso se consegue mediante a especificação de uma dimensão de referência da imagem que é definida através de dois pontos na imagem. Em seguida é aberto um diálogo que informa o atual valor medido e que permite a entrada numérica do valor real. Depois de fechar o diálogo, a imagem é redimensionada para as novas dimensões.

    - Entrada do modelo 3D da planta baixa:
    Pode-se iniciar com a entrada/'cópia heliográfica' da planta baixa. As espessuras de parede e as dimensões de janelas e portas podem ser adotadas diretamente da imagem importada através das funções de medição e cotagem.

  • Paredes, tetos, pisos - Recursos multicamadas

    Paredes, tetos, pisos - Recursos multicamadasOs elementos de construção como paredes, tetos e pisos (assoalhos) contêm propriedades para sua estrutura em camadas. Cada um dos componentes mencionados sempre dispõe de pelo menos uma camada definida.

    Outras camadas podem ser criadas e modificadas. Para cada camada é possível definir um nome, a espessura, o material de construção, uma linha separadora de camadas e a posição dentro da estrutura em camadas. As estruturas em camadas mais usadas podem ser salvas em uma estrutura de diretórios e depois aplicadas em outros projetos.

    Após a definição, a parede será representada em uma vista 2D com os respectivos padrões de preenchimento, espessuras de camada, hachuras, cores, tamanhos de fonte e tipos de linha.

  • Controle de áreas com representação colorida

    Controle de áreas com representação coloridaEsta função permite a representação em cores de áreas de ambientes conforme a regulamentação de áreas úteis (WoFlV na Alemanha) ou DIN 277 nas vistas 2D e 3D.

    Estão disponíveis as seguintes opções de configuração para as avaliações e cálculos:

    - Área de piso
    - Área útil
    - Área construída líquida < 1,5 m
    - Área construída líquida > 1,5 m
    - Soma das áreas construídas líquidas
    - Volume dos ambientes
    - Volume líquido
    - Volume bruto
    - Área bruta do pavimento

    Naturalmente que as áreas são exibidas naturalmente com sua respectiva altura na vista 3D.

    A planta baixa pode ser representada em 2D ou 3D e é um documento de suma importância para o controle do dimensionamento construtivo conforme norma DIN 277 ou para atender as regulamentações de áreas úteis.

  • Controle da lista de quantidades com cores diferentes

    Controle da lista de  quantidades com cores diferentesEsta função permite a representação em cores das quantidades (como superfícies, volumes e comprimentos) nas vistas 2D e 3D.

    Estão disponíveis as seguintes opções de configuração para as avaliações e cálculos:

    - Pisos: área de piso, volume, perímetro
    - Paredes: superfície de apoio, superfície lateral, volume
    - Tetos: área do teto, volume
    - Suportes: superfície de apoio, superfície lateral, volume
    - Chaminés: superfície de apoio, superfície lateral, volume
    - Construções em 3D: superfície, volume
    - Telhado: superfície da cobertura, comprimento de beiral, comprimento do espigão, comprimento da cumeeira, comprimento da água furtada, comprimento do beiral de empena

  • Importação e edição de objetos 3D

     Importação e edição de objetos 3DCom o conversor 3D pode-se converter os objetos de diversos formatos e prepará-los para seu uso no catálogo e também em outros plugins. O conversor oferece várias funções para editar os modelos, sendo elas disponibilizadas em função do formato de origem.

    Entre outras, as funções básicas disponíveis são:

    - Tornar os subobjetos visíveis ou invisíveis
    - Editar as propriedades de materiais
    - Modificar texturas e editar as coordenadas de texturas
    - Adicionar ou adequar fontes de luz
    - Definir escala nos objetos
    - Salvar arquivos PDF diretamente no objeto e adicionar links de Internet

    Para mais detalhes sobre este módulo, veja o menu 'Plugins >> Conversor 3D'

  • Dimensionamento (cotas) em 2D / 3D

    Dimensionamento (cotas) em 2D / 3DBasicamente o software distingue entre cotas individuais, múltiplas e de altura (para cortes e vistas).

    As configurações de uma cota em relação ao tipo, linha e texto podem ser adequadas em cotas existentes ou durante a entrada das demais cotas que seguem, no diálogo de propriedades das cotas.

    Como padrão, a representação das cotas é ativada conforme norma DIN 1356. De um modo mais simplificado, as cotas apresentam o seguinte comportamento:

    - Dimensões acima de 1 metro são exibidas em metros com 2 casas decimais. Os valores subsequentes em cm, que precisam ser arredondados em 5, são denotados por um 5 sobrescrito.
    - Dimensões menores que 1 metro são exibidas em cm. Os valores subsequentes em mm, que precisam ser arredondados em 5, são denotados por um 5 sobrescrito.

    A função 'Copiar propriedades' está disponível para alterar as configurações feitas em várias ou todas as cotas já inseridas.

    As variantes de cota em 3D também estão disponíveis em todas as janelas de pré-visualização 3D dos diálogos, mas mais como uma função de medição porque estas cotas desaparecem assim que se fecha a pré-visualização ou o diálogo.

  • Linhas auxiliares - 3D

    Linhas auxiliares - 3DPara a criação das vistas 3D o software disponibiliza linhas auxiliares 3D com diversas formas de entrada.

    - Linha auxiliar paralela ao eixo x, y e z
    - Qualquer trajeto auxiliar, qualquer linha auxiliar e linha auxiliar de canto
    - Linha auxiliar paralela no plano
    - Linha auxiliar paralela no plano com distância dada
    - Qualquer linha auxiliar (2 pontos) no plano
    - Linha auxiliar perpendicular no plano
    - Linha auxiliar horizontal e vertical no plano

    Ao definir linhas auxiliares 3D, a atual posição é destacada por um cursor 3D, que adere em superfícies, cantos e esquinas (pontos de intersecção). A própria linha é exibida com o objetivo de ajudar na criação de linhas auxiliares relativas aos eixos e de outras linhas auxiliares.

  • Funções de medição

    Existem quatro maneiras, ou seja, quatro funções de medição disponíveis.

    - medição de trajetos (distância entre dois pontos)
    - medição perpendicular conforme seleção do componente de referência, como um lado de parede.
    - medição da área de uma forma poligonal indicada em m²
    - medição de ângulos

    Durante a entrada os atuais valores como ângulos e distâncias são atualizados continuamente sobre a linha de medição. Um clique no botão esquerdo do mouse confirma o processo de medição e mostra seu resultado no plano até que seja executada outra medição ou quando se finaliza definitivamente a função de medição com ESC ou pelo menu de contexto.

  • Teto - Teto automático ou teto manual

    Para cada piso da construção o software gera automaticamente um teto sobre o primeiro contorno externo formado pelos ambientes interligados.

    Em alguns casos estes tetos automáticos não são necessários nem desejados. Por isso que eles podem ser desativados individualmente em cada piso através do diálogo de propriedades. Além disso, a criação de um teto automático é contornada com a cópia de um piso existente.

    Além dos tetos automáticos, também é possível definir os forros (placas de teto) através de um retângulo ou um polígono.

    Como em todos os demais elementos de construção, também é possível definir uma estrutura em camadas para os tetos.

  • Gráficos 2D - Funções de desenho

    Gráficos 2D - Funções de desenhoCom a ajuda dessas funções é possível complementar as vistas 2D, como vistas de planta, cortes, vistas laterais e perspectivas paralelas com outros detalhes, por exemplo, linhas polígonos, círculos, elipses, arcos, textos e bitmaps.

    Dessa maneira você pode completar os desenhos com outros detalhes do planejamento, como suas especificações referentes às instalações sanitárias e/ou instalações elétricas.

    Os elementos usados no editor gráfico 2D, como linhas, polígonos, retângulos, círculos e elipses, têm diferentes propriedades de exibição quanto à espessura das linhas e bordas, assim como padrões de preenchimento, que podem ser configuradas nas caixas de diálogo correspondentes.

  • Textos de item

    Textos de itemOs textos de item servem para descrever elementos (tais como janelas, objetos 3D ou paredes) através do posicionamento de um texto associado a uma linha de chamada que se estende até o elemento selecionado. Se vários elementos estiverem sobrepostos em uma determinada posição, pode-se selecionar o elemento desejado pelo menu de contexto.

    Todas as propriedades dos textos de item, bem como o conteúdo do texto e sua exibição, quando necessário, são modificados através de um diálogo chamado com um duplo clique do mouse sobre o texto de item ou através do menu de contexto 'Propriedades' sobre um texto selecionado.

  • Textos - Autotextos

    Esta função permite a criação de seus próprios textos usados nas vistas ou o carregamento de arquivos de texto e formatar os mesmos. Além disso, também é possível definir um ângulo para o bloco de texto inteiro.

    A função 'Autotexto' contém curingas (marcadores de posição) para valores variáveis, como nome de projeto, nome do arquiteto, etc. Os curingas de autotexto disponíveis são formados a partir de dados de propriedade das vistas, como o nome e escala, e do conteúdo do diálogo de propriedades do projeto, como nomes, endereços e comentários sobre o projeto de construção, sobre o arquiteto e sobre o proprietário da obra.

    Com o armazenamento de textos e o uso das propriedades de autotexto, você pode formar blocos de texto que serão usados em outros projetos, sem a necessidade de editar manualmente os conteúdos específicos de um projeto. Associados com símbolos 2D e a funcionalidade normal de desenho, também é possível utilizá-los em outras aplicações, como blocos de título e legendas.

  • Tutorial para aprendizado rápido

    O software de aprendizado (tutorial) é uma ferramenta profissional para o aprendizado rápido do cadvilla.

    O tutorial exibe vídeos de treinamento em seu computador com base em um projeto de amostra e mostra passo a passo como executar um projeto profissional, do início ao fim.

  • Funções para modelagem de terreno

    Funções para modelagem de terrenoPara modelar um terreno o software dispõe de uma série de formas predefinidas de terreno como morros, vales, planícies, serras, calhas e encostas. Para as diversas formas de terreno são oferecidos os diálogos de entrada correspondentes.

    Outras características de terreno também podem ser utilizadas. Estão disponíveis canteiros, caminhos, terraços e espelhos d'água. Tudo isso vem com o suporte de diálogos de entrada dedicados, permitindo-lhe criar, por exemplo, caminhos de forma poligonal ou em forma de splines.

    Partes do terreno se adaptam automaticamente ao contorno do terreno e às formas de todo o terreno.



A seguir temos alguns exemplos que foram gerados com o software de arquitetura cadvilla.

Para ampliar uma das seguintes imagens, basta clicar sobre ela. Para fechar a janela aberta, basta clicar em Fechar janela x. Quando uma imagem estiver ampliada, você também pode avançar à próxima imagem >> ou voltar à imagem anterior << com as teclas de cursor.

Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo sample picture Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo de planta baixa
Exemplo de opções de exibição Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo


Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo

Projetos de cliente:
Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo Exemplo
Exemplo Exemplo Pavillion